Amoras levam 'susto' para brotar no Nordeste: g1 mostra a produção de frutas vermelhas no calor da Bahia

  • 15/05/2024
(Foto: Reprodução)
Série 'De onde vem o que eu como' explica como as espécies sensíveis ao calor, naturais do clima frio, sobrevivem às altas temperaturas na Chapada Diamantina. De onde vêm as frutas vermelhas Já foi o tempo em que frutas vermelhas eram exclusividade do sul do Brasil e de países de clima frio. Agora, a amora, o mirtilo, a framboesa e tantas outras frutinhas sensíveis às altas temperaturas também podem ser cultivadas no Nordeste do país. Sobretudo na região da Chapada Diamantina, onde as temperaturas máximas podem chegar aos 32°C e as mínimas aos 20°C, no período mais quente e úmido do ano (entre novembro e abril). A nova possibilidade acontece devido a técnicas como o "estresse hídrico" e a aplicação de casca de arroz nas raízes das árvores. O g1 foi até a cidade de Mucugê, no sul da Bahia, para explicar como funciona a produção das frutas vermelhas nessa região de ecossistema diverso, com vegetação de Caatinga, Cerrado e Mata Atlântica (confira no vídeo acima). Você vai ver também que: 💧As árvores de amoras sofrem um "susto" dos produtores: é o chamado "estresse hídrico", em que os produtores retiram a água da raiz para que elas entendam que precisam se fortalecer para que novas frutas nasçam. 🌱As framboesas são as mais sensíveis de todas as frutas vermelhas e, lá no Nordeste, precisam ser colhidas nas primeiras horas da manhã para não ficarem murchas. 🫐O mirtilo, conhecido também como blueberry, tem o gosto e textura parecidos com os da uva niágara e da jabuticaba, respectivamente. 🌾Tanto o mirtilo quanto a framboesa precisam ser plantados em sacos de casca de arroz, para não absorver toda a umidade do solo. Créditos 'De onde vem': Coordenação editorial: Luciana de Oliveira  Edição e finalização: Marih Oliveira Narração: Marih Oliveira Reportagem: Marília Barbosa e Miguel Folco Roteiro: Marília Barbosa Produção: Marília Barbosa Assistente de produção: Giovana Toledo Coordenação de vídeo: Tatiana Caldas e Mariana Mendicelli Coordenação de arte: Guilherme Gomes Direção de arte e ilustrações: Vitória Coelho, Luisa Blanco, Gabs e Ana Moscatelli Fotografia: Miguel Folco Motion: Vitória Coelho Imagens adicionais: Acervo Globo e Adobe Stock Plantação de mirtilo em Mucugê, Chapada Diamantina Miguel Folco/g1 Plantação de amoras em Mucugê, Chapada Diamantina Miguel Folco/g1 Framboesas colhidas em plantação na Chapada Diamantina Miguel Folco/g1 Geleia de frutas vermelhas Miguel Folco/g1 Veja como mais alimentos são produzidos De onde vem a uva de mesa De onde vem o que eu como: mandioca Água quente com vinagre pode ser o segredo para arroz soltinho De onde vem o que eu como: baunilha Lúpulo da cerveja é 'parente' da cannabis e depende de luz artificial ao anoitecer no Bras De onde vem o Maracujá

FONTE: https://g1.globo.com/economia/agronegocios/agro-de-gente-pra-gente/noticia/2024/05/15/amoras-levam-susto-para-brotar-no-nordeste-g1-mostra-a-producao-de-frutas-vermelhas-no-calor-da-bahia.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Top 5

top1
1. Eu Gosto Assim

Gustavo Mioto, Mari Fernandez

top2
2. Bombomzinho

Israel & Rodolffo, Ana Castela

top3
3. Pipoco

Ana Castela

top4
4. Mal Feito

Hugo e Guilherme, Marília Mendonça

top5
5. Haja Colírio

Guilherme e Benuto

Anunciantes